Diabetes é uma das principais causas da perda de visão

O diabetes é uma doença crônica provocada pelo mau funcionamento do pâncreas, que deixa de produzir insulina em quantidade suficiente ou quando o corpo não consegue efetivamente absorver a insulina que produz, o que aumenta a concentração de glicose no sangue. Dados do Ministério da Saúde apontam para um alto índice de mortes provocadas pela doença, cerca de 50 mil todos os anos. A doença mata mais do que a aids e supera o número de vítimas de trânsito no país.

Os números são assustadores, mas, infelizmente, não param por aí. O que muitos não sabem é que o diabetes é também a principal causa de cegueira adquirida. O alerta é da médica oftalmologista Tania Schaefer, de Curitiba. Ela chama a atenção para importância da prevenção que é a melhor forma de tratamento.

Um levantamento do Conselho Brasileiro de Oftalmologia mostrou que o paciente diabético tem quase 30 vezes mais chance de tornar-se cego do que um paciente não diabético. Cerca de 50% dos portadores de diabetes desenvolverão algum grau de retinopatia diabética ao longo da vida.

Visão

Além de provocar uma série de alterações no organismo, o diabetes afeta o aparelho visual de maneira significativa, trazendo complicações à córnea, podendo levar à catarata e ao glaucoma. Além disso, provoca a retinopatia diabética, a maior causa de cegueira permanente em indivíduos economicamente ativos. É importante destacar que a perda visual provocada pelo diabetes costuma ser um sintoma tardio da doença. “Mesmo que o paciente diabético apresente uma boa acuidade visual, é fundamental o acompanhamento oftalmológico”, destaca a médica oftalmologista Tania Schaefer.

A médica lembra que é muito comum o paciente descobrir o diagnóstico de diabetes por meio de exames oftalmológicos, já que em determinadas pessoas, os sintomas da doença demoram a ser percebidos. “Pelas inúmeras complicações que o diabetes traz ao organismo e à saúde ocular, o diagnóstico precoce, a prevenção e a mudança de hábitos são fundamentais no controle e tratamento da diabetes”, destaca Tania Schaefer.

(Visited 30 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *